Modais de transporte do Brasil ainda carecem de investimentos

Modais de transporte

O território brasileiro reserva vários desafios para que a logística de transportes seja bem-sucedida. Ao longo de sua história, o Grupo Arizona se especializou em superar tais obstáculos e concluir cada projeto com excelência.

Para se ter uma ideia dos fatores que envolvem o trabalho de logística no Brasil, basta comparar a extensão brasileira com a de outros países. Com seus 8.516.000 km², o território é três vezes maior que o da Argentina e 22 vezes o tamanho do Japão, por exemplo. Além disso, as diferenças de solo e vegetação, bem como as peculiaridades de cada região tornam o transporte de cargas ainda mais delicado. 

Dessa forma, um projeto bem-sucedido de logística precisa contemplar estudos e a viabilidade de diferentes modais de transporte, de modo a cumprir as demandas que surgirem. Ao atender clientes da região norte, por exemplo, o planejamento precisa viabilizar o uso do modal hidroviário. 

Mas vamos conhecer um pouco mais sobre os quatro principais modais do Brasil:

1. Rodoviário

Trata-se do principal modal do Brasil. Até o fim da década passada, respondia por cerca de 61% do transporte no país. A qualidade das estradas é um dos fatores que devem ser solucionados para que os números melhorem ao longo dos anos.

2. Aeroviário

Atualmente, o modal aéreo ainda é ocupado principalmente pelo transporte de passageiros. Dados dos últimos anos da Associação Brasileira de Empresas Aéreas, mostram que apenas 20% dos compartimentos dos aviões vinham sendo utilizados para transporte de cargas e mercadorias.

3. Hidroviário

O modal aquaviário responde por 90% das exportações brasileiras, seja por rios, mares e oceanos. Assim como nos outros casos, no entanto, ele também precisa de investimentos para melhor aproveitamento do seu potencial. 

4. Ferroviário

Pouco explorado no Brasil, o modal ferroviário é outro que também necessita de aporte considerável para dar um salto. Até o fim da década passada, eram apenas 30 mil quilômetros de ferrovias em todo o país. Até 2038, a previsão de investimentos em infraestrutura seria de cerca de R$ 91 bilhões.

Fato é que o país ainda carece de investimentos para que a logística de transporte se torne mais eficiente. Essa é uma expectativa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) para os próximos anos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anuncio Ebook

Matriz Contagem/MG

Av. Coronel Jove Soares Nogueira Nº 707
Bairro: Inconfidentes
CEP: 32.260-470

Filial São Paulo/SP

Rua 12 de Setembro, 277 – Vila Guilherme – São Paulo – SP – CEP: 02052-001

Ponto de Apoio / Serra do Navio-AP

Estrada do Tapereba, S/N
Bairro: Área Industrial da ICOMI
CEP: 68914-000

Filial Belém/PA

Estrada do Outeiro S/ N° Porto Norte Log
Bairro: Distrito Industrial de Icoarací
CEP: 668.15-902

Filial Macapá/AP

Estrada Macapá Mazagão S/N°
Porto Norte Log, Sala 5 B
Bairro: Distrito Industrial
CEP: 68.925-000

Copyright © GRUPO ARIZONA – Todos os direitos reservados.